quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

Livro que originaram filmes

É esta a exposição preparada pela aluna monitora da nossa biblioteca Beatriz Pedrosa:


És daquelas/(es) que adoras filmes mas também te interessas por livros?

És daquelas/(es) que gostas de ler o livro antes ou depois do filme?

És daquelas/(es) que gostas de descobrir e comparar os livros com os respectivos filmes?

Queres descobrir mais acerca da estreita relação entre a literatura e a cinematografia?

Então esta exposição é para ti.

Abre, folheia, lê e perde-te no universo dos livros, das histórias e das palavras.


Tendo em conta um artigo do jornal Público publicado a 5 de fevereiro de 2013: Um livro ao ser adaptado numa sequência de imagens registadas numa câmara acompanhadas por um fundo musical adquire novas características e perde outras. Tanto se perdem alguns acontecimentos, aspetos e traços caracterizadores como também se acrescentam ritmos, melodias, imagens, desenrolar de ações distintas e até perspetivas diferentes.

Podemos verificar que a linguagem cinematográfica difere da linguagem literária bem como o trabalho de uma equipa no caso do cinema é totalmente distinto do trabalho individual no caso das narrativas.



Como sabemos, no caso dos livros, a sua leitura permite não só o imaginar da ação, das personagens, dos espaços (da história em si) como também o desenvolvimento intelectual e o enriquecimento pessoal a nível do vocabulário e das variadas perspetivas acerca de acontecimentos específicos ou da vida em si.

No entanto os filmes, de certa forma impossibilitam-nos a tal imaginação uniformizando muitos dos aspetos que poderiam variar de indivíduo para indivíduo.



Contudo não podemos esquecer também toda a preparação e dedicação inerente a um filme associada aos cenários, personagens, guiões, espaços, adereços, materiais cinematográficos, efeitos especiais quando necessário, horas e horas de filmagem, banda sonora…

Tudo isto junto dá origem a um vídeo que nos leva à surpresa, admiração e prazer quer pela cor, pela história e seu desenrolar, pelos momentos de suspense a nível sonoro e da imagem, quer por todos os constituintes ligados à sétima arte.